Marca Maxmeio

Blog

Postado por admin em 10 de dez as 20:58

Todos os pais devem saber a importância de manter as crianças hidratadas em todas as épocas do ano, mas quando o verão se aproxima e traz com ele os dias quentes e suados, a hidratação adequada é mais importante do que nunca, especialmente para as crianças. A boa hidratação ajuda a aumentar os níveis de energia, o que significa que a criança é mais provável de excel na escola e em atividades extra-curriculares, e eles são mais chance de realmente aproveitar o verão e seus dias quentes ao invés de detestá-los e ser preso dentro de casa durante as férias.

Há muitas maneiras de como ter certeza de crianças se manter hidratado no verão, aqui estão algumas que certamente vai provar ser de assistência útil para pais e filhos da mesma forma.

A água potável

Os pais nunca devem esquecer os benefícios de constantemente pregando a importância da água potável para seus filhos. As crianças aprendem mais cedo dos benefícios infinitos que a água tem, quanto mais cedo eles serão capazes de usar esse conhecimento a seu favor. Sempre enviar seu filho para a escola ou para brincar com uma garrafa de água e sempre instruí-los a voltar e recarregá-lo sempre que ele se esgote. O mesmo se aplica se eles estão na escola. Toda criança tem direito a uma bebida para se certificar de que seu filho está bebendo bastante água ao longo do dia, todos os dias, especialmente no verão.

Diversão com drinques

Se o seu filho está curtindo as férias de verão, você pode fazê-los de que pouco de diversão, mas mais ao ajudar sua hidratação no processo. Durante os meses de verão, muitos lugares, como restaurantes, cafés e bares à beira-mar, mesmo muitas vezes apresentam lamacento drinques, carinhosamente conhecido como “Filhotes de lama” em algumas partes do mundo. Estes geladas bebidas não-carbonatadas vêm em vários sabores como mirtilo e eles são uma ótima maneira de matar a sede, desidratação batalha, arrefecer tudo na forma de uma bebida de degustação divertido, delicioso. Lamacento drinques são perfeitos para as crianças no verão.

Leites congelados

Bem como as bebidas mencionadas lamacento, de forma semelhante e delicioso para se manter hidratado é pelo uso de delícias geladas. Isto pode incluir qualquer coisa de picolés, gelados ou até mesmo sorvetes. Se você está procurando uma ótima maneira de ajudar seu filho a se manter hidratado, você pode até mesmo congelar o seu favorito bebida refrigerante, espumante ou mesmo água. Quando o verão chega, tudo prova melhor quando está frio ou mesmo congelados; ele realmente não vai demorar muito para derreter durante uma onda de calor para dizer o mínimo!

A hidratação é essencial durante todo o ano, mas é de extrema importância durante os meses de verão, especialmente quando as crianças estão em causa. Nunca deixe seu filho ficar sem água, certifique-se que eles são devidamente hidratado, não importa o que eles estão fazendo ou onde estão. Use as dicas acima apresentados para ajudar a garantir que seus filhos se manter hidratado durante a totalidade do verão.

Postado por admin em 04 de dez as 20:24

As férias se aproximam e os pais já começam a se desesperar: o que fazer com tanto tempo livre? Mesmo que você não esteja de férias também, é possível separar um tempo para brincar mais com seu filho. Esse momento, que parece tão simples, tem um valor incalculável para o crescimento saudável da criança e pode ser vivido com mais intensidade quando a agenda dos pequenos não está atribulada. Os momentos de interação e integração com a família tornam a criança muito mais confiante.

Procure experiências de qualidade que podem ser compartilhadas em família, com direito a aprendizado e descobertas. A família que gosta de cozinhar pode pesquisar junta de onde veio o macarrão e por que o queijo derrete. Esse tipo de atividade é prazerosa para os pais, educativa para os filhos e divertida para ambos – desde que se reserve um tempo para isso.

É muito importante que os pais não expressem mau-humor porque o filho está de férias. Proporcionar momentos de lazer é também proporcionar afeto. Pensando nisso, ela propõe um cardápio de férias – com uma atividade por dia da semana – para que pais se organizem e filhos não fiquem ansiosos devido à falta de rotina, ou à mercê da programação da TV.

Fonte: Educar para crescer

Postado por admin em 26 de nov as 20:27

Se os raios solares já são prejudiciais à pele de um adulto, imagine para a pele de uma criança, que é bem mais fina e ainda está em formação. Por isso, o dobro de cuidados deve ser tomado para proteger o seu filho dos efeitos do sol. Como o verão está chegando, a exposição ao sol certamente aumentará, porém, é preciso tomar esses cuidados para que as crianças não sofram de envelhecimento precoce da pele ou até de um câncer de pele.

Se o seu filho ainda for bebê, exponha-o ao sol apenas bem de manhãzinha, ou seja, antes das 9 horas da manhã ou somente no fim da tarde, pelas 5 horas. E mesmo assim, ele deve ficar apenas por meia hora, o necessário para que a vitamina D do seu corpo seja ativada.

Crianças maiores de 6 meses suportam mais tempo ao sol, mas algumas precauções devem ser tomadas: sempre passe o filtro solar meia hora antes de deixá-las ao sol por todo o corpo delas, sendo que o fator de proteção tem que ser maior que 30. Nos lábios, passe protetor labial. Mesmo assim, as crianças só devem sair ao sol em períodos fora dos horários críticos, que vão das 10 às 16 horas. Se vocês estiverem na praia ou na piscina, o protetor deve ser repassado a cada saída da água.

Para proteger a cabeça dos seus filhos do sol, coloque bonés ou chapéus neles. Quando o sol estiver muito forte, o ideal mesmo é o uso do chapéu com abas largas que faz bastante sombra e cobre as orelhas. Além de ficarem super charmosos, os seus filhos ficarão mais protegidos contra os efeitos do sol.

Do mesmo modo, roupas adequadas devem ser usadas no verão para evitar que os raios ultravioletas prejudiquem a pele do seu filho. Para que eles não atinjam diretamente a pele da criança, evite roupas com tecidos muito porosos ou com tramas largas demais. Além disso, não deixe que ela fique com as roupas molhadas, pois elas não bloquearão os raios UV adequadamente.

Tomando as devidas precauções contra doenças que podem ser causadas pela exposição excessiva ao sol, os seus filhos ficarão sempre protegidos contra elas, pois a prevenção deve ser iniciada ainda na infância. Portanto, se você conseguir conscientizar os seus filhos sobre a importância da proteção contra o sol, no futuro certamente teremos uma menor incidência de câncer de pele, envelhecimento precoce da pele, cataratas e outras doenças causadas pelos raios UV.

Fonte: Dicas de Saúde

Postado por admin em 19 de nov as 19:13

Vai fazer a festa do seu filho de 1 ano e não sabe como vestir ele? A dúvida aflige muitas mães, e não apenas no primeiro aniversário. Ela pode não ser a protagonista da festa, mas é a anfitriã, e vive um dilema: precisa estar arrumada, mas não pode ficar desconfortável, para que possa acompanhar o ritmo da criança. Festa infantil é um tipo de compromisso social que não possui, no imaginário social, um código de vestir. É diferente de uma festa de debutante, um casamento, uma formatura. Neste caso, é preciso inventar um figurino.

Dica:

Roupa para o aniversário de 1 ano? Tem de unir conforto e beleza. É uma fase em que a mãe já pode ter voltado ao seu peso (ou nao!). Se ela puder investir em uma roupa nova, pode fazer muito bem para auto estima. Segundo especialistas, no primeiro aniversário do filho, vestido curto e salto alto ainda estão fora do vocabulário materno, mas isso não significa que a mulher não possa nem deva se arrumar, ou que precise se render ao combo básico: calça jeans e blusinha. “A roupa para esta ocasião requer movimento: ela vai abaixar e levantar para pegar o bebê, vai ficar com bebê no colo, mesmo que ele já esteja engatinhando ou andando.” O look final vai depender do local da festa, da estação do ano e do estilo da mãe.

A consultora de moda Vanessa Barone, autora do livro “Descomplique”, reforça que a roupa tem de ser confortável. “Sugiro usar calça, no lugar de saia ou vestido. Uma boa calça de alfaiataria, uma camisa de seda ou de algodão e um sapato de salto médio formam um trio à prova de erro. Ah, se der, a mãe deve levar uma camisa a mais, para o caso de o filhote resolver limpar a boca de brigadeiro na sua blusa”, aconselha. Para Vanessa, é bom também evitar blusas com golas moles, que ficam saindo do lugar. Acessórios muito pesados – como colares grandes, pulseiras grossas – podem atrapalhar os movimentos.

Manu Carvalho, consultora de moda e stylist, lembra que é bom evitar roupas com muito detalhe, como ganchos, argolas e fitas. “Coisas que possam enganchar, puxar , não devem ser usadas.” A questão é funcional: a mãe deve escolher um salto que saiba administrar, para evitar fadiga. Sobre as cores, Manu defende que não é dia para ir de preto. É o momento de usar cor. “A mãe quer estar chique e bem arrumada, é como se fosse a festa dela, ela é a anfitriã, e a anfitriã precisa ser a mais bonita da festa.”

Fonte: iG

Postado por admin em 12 de nov as 20:02

Assim como os adultos devem dormir bem para ter disposição durante o dia, as crianças também precisam descansar para que cresçam com saúde. Segundo concluiu estudo da Sociedade de Neurociência dos Estados Unidos, apresentado durante o Simpósio de Mecanismos de Consolidação de Memória Durante o Sono este ano, é durante o sono que as crianças armazenam o que aprenderam durante o dia e desenvolvem sua capacidade mental.

Em virtude disso, é fundamental prestar atenção ao sono das crianças e incentivá-las a descansar bem. Para isso, existem algumas mudanças na rotina que podem ser feitas para melhorar a qualidade das noites dormidas – tanto dos adultos quanto das crianças. Praticar um esporte ou atividade física, por exemplo, é muito importante para cansar o corpo e garantir uma boa noite de descanso, além de trazer mais saúde.

Outro aspecto a ser levado em consideração é a alimentação noturna. As refeições pesadas e gordurosas exigem mais energia do corpo para ser processadas e, consequentemente, deixam a barriga pesada, prejudicando o sono. Além disso, é preferível ter um intervalo entre a janta e a hora de dormir, para que a digestão já esteja em estágio avançado durante o repouso.

Muitas vezes, as crianças evitam a hora de dormir, pois querem brincar e aproveitar ainda mais o dia. Para solucionar esse problema, busque alternativas para criar um ambiente propício ao repouso, como, por exemplo, ler historinhas ou assistir filme até o pequeno pegar no sono. O quarto da criança também deve ser um lugar onde ela possa descansar profundamente, com um abajur de luz amarelada, um colchão ideal para o peso dela, e uma cama sem ruídos.

Em geral, as crianças têm enurese noturna, que ocorre quando elas urinam na cama, mas isso é completamente normal, pois a bexiga ainda está em desenvolvimento. Porém, se a criança apresentar outro problema frequente na hora de dormir, é importante consultar um médico para saber o que fazer.

Fonte: Pais & Filhos

Postado por admin em 05 de nov as 19:47

Para quem acha que a moda gira em torno dos adultos, se enganou! É claro que a demanda para a categoria é maior, mas a moda infantil está super presente nas passarelas, inclusive em eventos importantes que englobam esse mundo incrível. A estação mais animada de todas está chegando, e as tendências desta desejada época já dão as caras nas vitrines de todo o Brasil.

Colorido sempre foi o forte do verão, ainda mais na moda infantil, que muitas vezes permanece durante outras estações. A grande aposta para o verão 2015 é a cor laranja, é a ela que vai comandar a coleção do próximo verão. Cor viva e vibrante tem tudo a ver com a estação, harmoniza com todos os tons de pele e permite brincar bastante quando se trata de combinações! Estará presente tanto nas peças de roupas quanto nos acessórios e sapatos. Além de ser uma cor contagiante, a cara do verão, pode ser usada por meninos e meninas. Isso permite a criação de inúmeros looks.

Quando se trata de roupa infantil não tem apenas uma cor definida como tendência. Existe àquela que está em voga, aparecendo com mais frequência em determinados looks. É o caso do laranja, apesar ser considerado um dos destaques, as outras cores não ficam de fora: rosa, verde, azul, vermelho, amarelo também fazem parte da próxima coleção. Isso sem contar às vezes em que elas aparecem todas misturadas nas peças. O verão é uma época em que a alegria está muito presente também nas peças de roupas. Estampas florais, listradas e de bolinha também estão em alta para a estação.

Fonte: Dicas Pais e Filhos

Postado por admin em 29 de out as 19:25

Fenômeno entre usuários de redes sociais, as “selfies” podem se tornar em um futuro próximo parte da rotina dos seres humanos desde o berço ? por iniciativa da próprias crianças, e não de seus pais. É o que mostra uma série de brinquedos experimentais desenvolvidos pela New Born Fame, como foi batizado o projeto de graduação da designer Laura Cornet na Design Academy Eindhoven, na Holanda.

Coloridos, macios e disponíveis em formatos que remetem a redes sociais ? um passarinho (Twitter), uma câmera fotográfica (Instagram), um logo do Facebook ?, os brinquedos fazem parte de um móbile que pode ser pendurado no berço do bebê. Conectados à internet e possuidores de câmeras embutidas, os brinquedos filmam e fotografam os bebês ao serem puxados por eles ? as imagens são automaticamente publicadas nas redes sociais.

Também fazem parte do projeto um par de sapatinhos com pedômetro embutido capaz de registrar a movimentação de bebês, e uma bola que realiza fotografias quando é girada.

De acordo com Laura Cornet, sua intenção com o projeto é mais profunda do que aparenta: provocar uma reflexão em pais que costumam publicar imagens de seus filhos ainda pequenos nas redes sociais.

Essa geração de recém-nascidos é a primeira trazida ao mundo por pais que cresceram com o Facebook. Isso resulta no fato de que quase metade dos bebês já está visível on-line um dia após nascer. Eu não faria isso, mas a minha pesquisa mostra algo diferente. Muitas pessoas não acham que isso é um problema, já que as crianças são parte da sua vida. A única coisa negativa mencionada foi o fato de que os bebês não podem ter voz nesse processo?, escreveu Cornet na página sobre o projeto.

Publicidade

Isso resultou na criação de quatro brinquedos de bebê que permitem as crianças se colocarem on-line por conta própria. Para fazer com que as pessoas pensem sobre o uso das redes sociais, e como isso influencia a vida de toda uma nova geração. O que é considerado ok, e quando isso vai longe demais? E, mais importante: quem é responsável por essa decisão??, questiona Cornet.

Em entrevista ao site Fast Company, no entanto, a designer disse não descartar a transformação do seu projeto em uma solução comercial.

Por exemplo, se a criança está com a sua babá, a bola com câmera pode enviar fotos para o smartphone dos pais. Pode ser uma alternativa à babá eletrônica, ou ainda como instrumento para observar o desenvolvimento do bebê ? afirma ela. ? Eu não sou contra o uso desse tipo de tecnologia. Gosto das suas muitas possibilidades. Só acredito que algumas facetas do uso das novas tecnologias não são exploradas o suficiente do ponto de vista social ou ético.

Fonte: O globo

Postado por admin em 22 de out as 19:45

Qual mãe não gostaria de preparar um lindo quarto para o nenê que chega ao mundo? Mas cuidado para não exagerar na extravagância. O bebê precisa sim de um ambiente aconchegante, e não um lugar cheio de cores. Não enfeite demais o quarto, o excesso traz confusão visual e acúmulo de pó.

Alguns pontos devem ser observados na hora de decorar um quarto. Primordialmente, o bebê necessita de um ambiente tranquilo, especialmente nos primeiros meses, para lhe assegurar proteção de ruídos e de aberturas repentinas de portas e janelas.

Em segundo lugar, a área reservada ao recém-nascido deve ser de fácil acesso, para atender o bebê com rapidez quando necessitar. Uma boa opção para começar a decoração do quarto é planejando a distribuição dos móveis. Todos os móveis devem ser práticos e revestidos com materiais laváveis e resistentes, independente do estilo escolhido.

Uma dica importante: Faça uma linha reta entre a janela e a porta do quarto para descobrir o caminho da corrente de vento. Posicione a cama ou o berço fora deste espaço. A partir daí, distribua o guarda-roupa e bancadas.

Dicas

0 a 2 anos – O essencial para o quarto do bebê é o berço, cômoda (para ser utilizada como trocador e guarda-roupa) uma poltrona para amamentar, cesta para suporte, lixeira e uma iluminação adequada.

2 a 7 anos – O ambiente deve incentivar e motivar o desenvolvimento mental da criança. Habilitar o espaço com um local para o descanso, outra para as brincadeiras e uma área para guardar os brinquedos é uma forma de ensinar-lhe, desde pequeno, a se organizar.

7 a 9 anos – Aqui uma área para o trabalho é essencial. Uma escrivaninha em lugar bem iluminado, de preferência é junto à janela, mesmo que não tenha luz natural.

Fonte: Guia do bebê

Postado por admin em 15 de out as 19:52

Chega uma idade em que os pequenos começam a ter opinião para tudo, inclusive para escolher a roupa. Quando o filho começa a não gostar de determinada peça, da cor ou pede para colocar outra blusa, são indicações de que estão querendo se vestir sozinhos. E isso é natural, faz parte do processo de amadurecimento de qualquer criança. 

Segundo os pediatras, essa independência começa aos 4 anos de idade, em meninos e meninas, e deve ser incentivada pelos pais, que precisam ajudar os filhos a desenvolverem seus gostos e percepções. E o momento da compra é uma excelente oportunidade.

Diversão na loja

Leve os pequenos à loja e mostre roupas de diversas cores e modelos, bem como calçados. Explique de forma simples a diferença das roupas para passear e ficar em casa e das peças que devem ser usadas no verão e inverno. Deixe que experimentem as roupas para transformar o momento numa grande diversão. Esse passeio serve ainda para ensinar ao filho a como lidar com o dinheiro e que é necessário pesquisar preços para economizar.

Cores e estampas

Aproveite a variedade de cores e estampas disponíveis na loja infantil para deixar o guarda-roupa colorido e com estilo. Peças com o personagem preferido da criança podem agradar os filhos.

Organização

Depois de comprar as roupas, é o momento dos filhos participarem da organização das peças arrumando a gaveta e não deixando roupas espalhadas. Deixe um cesto no quarto para colocar a roupa suja. As peças mais utilizadas podem ser colocadas num local de fácil acesso ou podem ganhar um espaço especial no guarda-roupa.

Uma Entra e a outra Sai

Combine com seu filho que, sempre que ele ganhar uma peça nova, outra deve ser doada. Escolha uma ONG ou uma família carente para doar as roupas. É uma maneira de incentivar a solidariedade.

Fonte: Kids

Postado por admin em 08 de out as 19:28

É comum encontrar mães que vestem filhos gêmeos de forma idêntica por ficarem lindos, para atestarem que são iguais ou por ser mais fácil na hora de comprar.

Os pais ficam tão lisonjeados por receberem elogios sobre os pequenos a ponto de não darem importância para a individualidade dos filhos.

Apesar de serem idênticos fisicamente, os gêmeos não se desenvolvem da mesma forma e têm personalidade distinta, os pais devem respeitar e incentivar essas diferenças.

0810 - Site Daya

Com que roupa vestir?

Segundo especialistas, não é recomendado que os gêmeos vistam-se iguais, porque isso prejudica o desenvolvimento da personalidade.

A roupa infantil não é apenas um acessório, ela expressa a identidade da criança e, na vida adulta vai indicar os seus valores. É justamente por serem iguais fisicamente que a vontade de tornar-se diferente através da roupa vai aparecer.

Nem tão iguais

É comum as pessoas, principalmente amigos e familiares, olhar para os filhos gêmeos sem saber diferenciá-los e ainda confundirem os nomes. Isso acontecerá com mais frequência se os gêmeos estiverem vestidos da mesma forma. Enquanto são crianças pode até ser engraçado e bonitinho, mas passa a incomodar com o tempo.

As crianças crescem e com elas vêm junto a busca pela individualidade, que começa a aparecer em algumas atitudes como o incômodo por estar vestido igual ao irmão, por não gostar da mesma roupa ou por querer o cabelo de outro jeito.

Para diferenciar a roupa infantil

Claro que não é proibido em determinados momentos colocar a mesma roupa. Nesse caso, é recomendado usar um acessório diferente como um tênis, um chapéu ou um casaco. Os pais podem ainda optar por comprar o mesmo modelo de roupa, mas com cores ou estampas diferentes.  Esse pode ser um bom exercício para desenvolver, aos poucos, a individualidade dos filhos e deixá-los opinarem durante a escolha da roupa.

Fonte: Roupas de bebê

ссылка онлайн детские игры найти как найти номер телефона санатория номер телефона по адресу оренбург здесь найти номер телефона по фамилии в сочи база адресов и телефонов киева рисовать игры для детей онлайн база данных телефонных номеров мобильных программа для узнать домашний адрес по телефону москва онлайн игры губка боб тут бесплатные онлайн игры с кровью справочник телефонов гувд ссылка узнать по фамилии адрес петербург на сайте ссылка определить местоположение на карте по номеру телефона определение купить дженерики Блог жирафа здесь sitemap